sexta-feira, 22 de maio de 2009

Poesia de Bêbado


Ô, meu amigo, Cer veja bem,
Campari as coisas
E champanhe meu raciocínio:
A vida é Drurys,
Mas dá muitas vodkas;
Eu vinho de longe,
Só com um ponche nos ombros,
Estava kaiser desanimando,
Mas encontrei uma caipirinha
Ao passear no chopp,
E me Amaretto nela.
Seu nome é Natasha, e
Apesar de já ter 51,
Estou vivendo uma paixão aguardente,
Por isso repito:
Cer veja bem,
Nem tudo é rum,
E sempre pinga
Alcóol de bom.


Bebam com moderação e tenham todos um ótimo final de semana.


Recebi por email e estou repassando aos amigos leitores.

2 comentários:

Luiz Antonio André disse...

hahaha, muito bom Ananias, ela já tem 51 foi demais.

Abraços

Jailson Ribeiro disse...

Boa noite, Jananias o seu link já esta no meu blog.
Bom final de semana.

Jailson

http://leituradebolso.blogspot.com