quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Sexo ecológico: o prazer em defesa do ambiente


O Greenpeace não perdoa. A secção mexicana da organização ambientalista criou uma “cartilha’ ecologicamente correta até para os momentos de maior intimidade.
Tratam-se dos mandamentos do “sexo ecológico”. Resta saber se os amantes terão paciência para tomar algumas das atitudes sugeridas antes e durante os momentos de prazer. Caso os hormônios permitam, o Greenpeace mexicano recomenda:
• Cheque a origem da madeira da cama. Se não for certificada, esqueça.
• Nada de pedir bebidas e alimentos que não sejam orgânicos. Guaraná, cereja e framboesa, por exemplo, são afrodisíacos.
• No momento do banho, o casal deve dividir o chuveiro e economizar água.
• Lubrificantes, só a base de água.
• Ah, sim! Nada de gastar energia sem necessidades. Fazer amor no escuro pode ser mais sexy e econômico.
• E, para fechar, os ambientalistas mexicanos resgatam o slogan dos hippies: “faça amor, não faça guerra”.

Referência: CONAPUB - Desenvolvimento de Comunicação
___________________________________________________________________
COMPARE PREÇOS: Camera Digital, Notebooks, Livros, Micro system/Mini system
___________________________________________________________________

Um comentário:

Ropiva disse...

É tanta recomendação q perde a graça! hehe
Abraços